sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Como foi...


Apesar da chuva fazer questão de brindar o nosso dia tão esperado, divertimo-nos imenso. Na actividade "a casa inacabada" o principal objectivo era aprender a trabalhar em grupo. Apesar de ainda estarmos a aprender, acho que correu muito bem. Distribuímos tarefas e partilhamos postos de trabalho, e acima de tudo conseguimos seguir a rigor as regras de segurança. Como "brinde" ainda experimentámos algumas experiências: deitámo-nos na cama de pregos, andámos num carro de rodas quadradas e até caminhámos na lua. Cansados e cheios de fome fizemos um piquenique dentro do pavilhão, e quando saímos o sol deu-nos um ar da sua graça. No regresso à escola aproveitámos para descansar, apesar de alguns ainda terem energia para "dar e vender".Estamos todos de parabéns e claro queremos repetir...

Fomos passear

Visita de estudo

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Free picture slideshow customized with Smilebox

domingo, 24 de outubro de 2010

Visita ao Pavilhão do conhecimento

O dia da visita de estudo está a chegar, para alguns vai ser a primeira e andamos todos muito ansiosos. Um passeio é sempre motivo de comemoração, pois além de nos divertirmos, também aprendemos imenso sobre o Mundo que nos rodeia. Espero que gostem, se divirtam muito e que estejam com muita atenção para depois me poderem contar tudo ao pormenor. Infelizmente e com muita tristeza minha não poderei estar presente neste passeio, pois terei de dar apoio a outro jardim de infância do nosso concelho que se encontra sem assistente. Portem-se bem e divirtam-se sempre!!!

Cláudia Fernandes

Visita de estudo


Casa Inacabada


Imagem Casa Inacabada

A casa estava por acabar. Alguma coisa tinha acontecido. Era preciso terminar o trabalho. A brigada especial foi chamada. Sob as ordens do Chefe de Obra, a equipa poe mãos à obra e, em cerca de 45 minutos, a casa fica pronta.

Os maquinistas manobram a grua para içar os materiais, os aprendizes de pedreiro montam as paredes com os tijolos e os painéis de espuma. O andaime ajuda à construção das paredes e carrinhos de mão, baldes e roldanas facilitam o trabalho da equipa.

Este estaleiro é especial. Aqui não entram adultos. Pensado para crianças dos 3 aos 6 anos, este é um projecto onde elas podem brincar livremente. Os diferentes elementos da construção são adaptados à sua dimensão e foram pensados para oferecerem um ambiente de total segurança para quem lida com eles.

Assim que chegam a este estaleiro especial, as crianças vestem o seu colete de trabalho e colocam o seu capacete de protecção. Cumpridas estas regras, a criança passa a barreira de segurança e é informada sobre as condições de segurança, as missões e as tarefas a cumprir. Cada um desempenha o seu papel.

A Casa Inacabada vinda da Cité des Sciences et Industries, está à vossa espera.

domingo, 17 de outubro de 2010

Jogos

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Tivemos à conversa...



Hoje comemorámos o Dia Mundial da Alimentação,

falámos da roda dos alimentos e verificámos que existem alguns alimentos que devemos comer em maior quantidade do que outros. Todos concordámos que era importante comer sopa pois contém os ingredientes mais importantes da roda dos alimentos, os legumes. Também falámos da importância de tomar um bom pequeno almoço, que deve incluir sempre que possível pão, leite, cereais e fruta. Relembrámos que alimentos como "bolicaos", gomas, bolos e outros doces deverão ser evitados. Como não poderíamos esquecer frisámos a importância vital da água nas nossas vidas como um bem essencial, e que esta não deveria ser trocada por refrigerantes, especialmente às refeições. Esperamos que com isto as crianças tenham percebido a importância da alimentação nas nossas vidas e, que consigam transmitir o que aprenderam aos mais velhos que por vezes se esquecem do mal que fazem quando vão ao supermercado, e enchem o carrinho das compras cheio de alimentos desnecessários, e prejudiciais à saúde.
Alimentos que nos fazem crescer
(versão "A Machadinha")

Eu sou pequenino mas já sei escolher
Eu sou pequenino mas já sei escolher
Os bons alimentos para bem viver
Os bons alimentos para bem viver

Para ter saúde eu quero comer
Para ter saúde eu quero comer
Carne,peixe,ovos e leite beber
Carne,peixe,ovos e leite beber

Eu quero crescer, sou um valentão
Eu quero crescer, sou um valentão
Como hortaliças, fruta, queijo e pão
Como hortaliças, fruta, queijo e pão

Antes de comer, as mãos vou lavar
Antes de comer, as mãos vou lavar
E os meus dentinhos antes de deitar
E os meus dentinhos antes de deitar

Dia da Alimentação



terça-feira, 12 de outubro de 2010



Este sábado comemora-se o Dia Mundial da Alimentação, e nós no J.I. já estamos a comemorar!!!

Higiene Oral

Vamos lavar os dentinhos...

Vem aí a nossa amiga Zita, a higienista oral!
A pé, de Skate ou a saltitar...





Vale Tudo!!!

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Dia Mundial dos Animais


Temos um novo elemento na nossa sala...


Fizemos uma votação e demos-lhe um nome... a votação foi a seguinte:

Patrícia - Hello Kitty
Carolina F. - Hello Kitty
A. Beatriz - Hello Kitty
Melissa - Hello Kitty
Soraia - Hello Kitty
Luísa - Vanessa
André - Pintinhas
José - Bicudas
Vanda - Winx
Rodrigo B. - Bolinhas
Rodrigo - Mariana
Tiago - Cláudia
Miguel - Mariana
Diana - Hello Kitty
Joana -Hello Kitty
Carolina - Hello Kitty
Eline - Hello Kitty
Catarina - Hello Kitty
As outras crianças não se lembraram de nenhum nome.

O nome escolhido por maioria foi Hello Kitty, mas como esse nome pertence a uma gatinha muito conhecida optámos apenas por Kitty.

Depois de oficialmente batizada as crianças lembraram algumas regras importantes para se poder ter a Kitty na nossa sala.

  1. Dar-lhe de comer
  2. Dar-lhe água
  3. Tratá-la bem
  4. Não fazer barulho, para não assustá-la
  5. Dar-lhe vitaminas
  6. Não mexer-lhe
  7. Não abrir a gaiola
  8. Limpar a gaiola
Vamos todos aprender a cuidar dos animais, eles são nossos amigos e precisam do nosso carinho!






sábado, 2 de outubro de 2010

Hora do conto


Sexta-feira foi dia de biblioteca e ouvimos a história da ...


Vamos colorir!




A importância das regras e dos limites

O pediatra norte-americano Berry Brazelton afirma que “para as crianças crescerem bem, precisam apenas de amor e limites” – o amor é fundamental para crescer com confiança e auto-estima; os limites são cruciais para a criança aprender o autocontrolo, para que possa viver em família e em sociedade. Ou seja, no que toca às regras de comportamento lá em casa (e fora dela!) é realmente de “pequenino que se torce o pepino”. A educação começa em casa e não tem de se sentir culpado por ser demasiado rigoroso – as crianças tornam-se adultos equilibrados porque viveram com regras e limites, não ao contrário.

Como estabelecer regras

Quando quiser implementar uma regra, fale com a criança calmamente, explicando o que pretende da forma mais clara possível, perguntando-lhe várias vezes se tem dúvidas. Explique-lhe, de igual modo, quais as consequências do não cumprimento das regras. Os “castigos” devem ser bem claros e executáveis, ou seja, não diga que a vai privar de ver televisão uma semana se sabe que nunca terá a coragem de o fazer. Dê-lhe alguma liberdade dentro do cumprimento das regras, ou seja, se sabe que às 21h00 tem de ir para a cama e tem de lavar os dentes e arrumar os brinquedos antes de ir, deixe-a escolher o que quer fazer primeiro. As regras também podem ser divertidas!

Portei-me mal!

Se a criança “ameaça” não cumprir uma das regras, dê-lhe um aviso de 5 minutos, falando calma mas seriamente e lembre-lhe as consequências. Depois de verificar que a regra não foi cumprida ou foi parcialmente cumprida, pergunte-lhe porque é que não o fez, explique-lhe como é que se faz (no caso de ter tido alguma dificuldade) ou ajude-a a terminar a tarefa, dizendo que para a próxima já vai conseguir fazê-la sozinha. A forma mais fácil de uma criança se tentar livrar de cumprir as suas regras é fazer uma birra, no entanto, os adultos nunca devem ceder às birras infantis. Se chegar ao ponto que o castigo é necessário, não hesite em cumpri-lo, ou seja, não mude de ideias, não altere o castigo “prometido” – de outra forma, pode passar a ideia de que as consequências não são reais e tanto faz cumprir ou não as regras.

Portei-me bem!

Não se focalize demasiado no mau comportamento e procure dar igual atenção ao bom comportamento. Quando a criança arruma os seus livros ou lava as mãos sem ninguém lhe dizer nada, elogie-a e dê-lhe mimos – não há nada que as crianças gostem mais do que ser alvo da atenção dos pais (por bons motivos claro!), por isso, é natural que continuem a portar-se bem, só para continuarem a chamar a sua atenção. Quando a criança se portar bem e pedir alguma coisa com calma e educação, pondere fazer-lhe a vontade.

in http://pequenada.com/artigos/como-estabelecer-regras-com-criancas